Diário de Classe Digital

Ligado na rádio cultura FM, hábito pelas manhãs escutar o bom jornalismo e a boa rádio, ouço que a SEDUC implantou o Diário de Classe Digital.

A referida noticia me emociona, haja vista que foi na gestão do professor Mário Cardoso e quando estivemos à frente da coordenação de tecnologia da informação (DITEC), no grande projeto chamado Sistema Integrado de Informações Gerenciais – SIIG, projetamos dentro de um dos módulos do SIIG – EDUCAÇÃO, a necessidade de informatizarmos o diário de classe na comunidade educacional.

O nosso diagnóstico levava em consideração as horrendas cifras desperdiçadas pela SEDUC em termos de gastos com papel, a falta de controle com as faltas dos professores e concomitantemente dos alunos, desperdiços e descontrole das notas dos alunos, além de uma melhor sincronização de dados educacionais, finalmente, o boletim de notas dos alunos era o nosso principal mote.

Identificamos que aproximadamente 15% a 20% de professores, infelizmente, não são pontuais e assíduos no cotidiano das salas de aula, ou seja, faltam as aulas de forma negligente deixando os alunos sem as chamadas aulas diárias, além disso, o controle nos salários é frágil e não há os descontos nos salários. Essa equação que nunca fecha legisla contra a educação de qualidade.

A chamada informatização do Diário de Classe foi uma das sáidas propostas, mesmo no final do governo e com tantas batidas de cabeça em gestão na SEDUC (infelizmente! em grande parte por falta de visão da governadora), no entanto, a consolidação deste projeto tem que ser comemorado.

Mas, pelo que rápido observei no próprio site da SEDUC não é o nosso projeto original, pois, apesar de ser um aplicativo WEB, parece estar não integrado, o que é uma pena (espero que estejamos errado). Outro aspecto é que na consecução deste projeto já previamos integrá-lo com 4 grandes tecnologias: GED- Gerenciamento Eletrônico de Documento, BIOMETRIA, Certificação Digital (tecnologia esta totalmente detonada pelo presidente da PRODEPA), e, mobilidade.

De qualquer maneira já foi um grande passo rumo as nossas mudanças na educação.

Apesar das políticas intrínsecas do governo Ana Júlia na educação, de uma coisa é inegável, em tecnologia educacional os tucanos em seus 12 anos foram totalmente terra arrasada.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s