O piso nacional dos professores

Com a divulgação do percentual de 22,22%, o governo reajustou o piso nacional dos professores para valores de R$ 1.451,00 (hum mil quatrocentos e cinquenta e hum reais).

A chiadeira foi geral de governadores e prefeitos contra o reajuste, aliás, nenhum dos governadores e prefeitos estão cumprindo a Lei federal 11.738 que trata a adoção do piso nacional para estados e municípios.

A Federação das Associações dos Municípios do Pará (Famep) pegou carona naqueles que ficam arrumando resistências e desculpas esfarrapadas pelo cumprimento do piso nacional.

Para que o discurso de qualidade na educação seja verdadeiro temos que ter professores bem remunerados. Prefeitos e governadores devem saber gerir melhor os recursos públicos, pararem de ficar criando projetos inconsequentes e superfaturados e ter um melhor olhar de território para os municípios.

Em defesa do piso nacional dos professores.

 

 

Publicidade