A tríplice aliança do terceiro turno

Vamos olhar a cara deles na seguinte ordem:

Juíz paranaense Sérgio Moro, ele é o responsável pela operação Lava Jato (caso Petrobrás) tendo como protagonistas os mafiosos e bandidos Paulo Roberto Costa (ex-diretor de abastecimento da Petrobrás) e o doleiro Alberto Youssef. Moro, um juiz com forte ligações com os tucanos a partir do atual governador Beto Richa e o senador Álvaro Dias. Moro, o juiz que abasteceu a imprença* da midia golpista sobre o processo Lava Jato e, principalmente, os candidatos Aécio Neves e Marina Silva. Curiosamente, esse juiz negou o direito ao PT e a presidenta Dilma terem acesso aos depoimentos da operação Lava Jato. Se Aécio fosse o vencedor, Sérgio Moro tinha a garantia de ser promovido ministro do STF no lugar de Joaquim Barbosa. Perdeu…

sergiomoro

Deputado Federal paranaense Fernando Francischini, elegeu-se pelo PSDB, mas trocou de partido (Solidariedade), ex-delegado da polícia federal paranaense, tenta atuar como um paladino da ética e da moral. Através da dobradinha com o juiz Moro são os intermediários para os falsos vazamentos para a imprença Veja e Globo. No entanto, Francischini tem telhado de vidro, onde é acusado por outros setores da PF por corrupção, há indicíos que na própria operação Lava Jato tem o seu DNA, inclusive o doleiro Youssef financiou sua campanha para o congresso. Outro que perdeu…

Francischini

Senador Álvaro Dias (PSDB/PR), apesar de sua fama de paladino da ética, o senador tucano tem muito telhado de vidro. A presidenta Dilma nos debates questionou os vários processos envolvendo tucanos que foram engavetados e todos estão soltos. Álvaro Dias é um deles. O Senador tem seu DNA desde o caso BANESTADO (um dos bancos mais sólidos do sistema financeiro do país, que foi saqueado pelos tucanos na década de 90 – Tijolaco-27/10). Detalhe, o Banestado foi privatizado para o Itaú por 1,6 bilhão. Isso mesmo, o principal financiador da campanha de Marina Silva e da “educadora” Neca Setubal. Recentemente nos falsos vazamentos da Lava Jato tem um senador implicado na região do doleiro Youssef (Londrina/Maringá). Vários zumbis tripuladores estão captando sinais indicando muita semelhança com a localização do senador Álvaro Dias. Nossa grande torcida que seja desnudado que qualquer semelhança entre o senador Álvaro Dias e Demostenes Torres é mera coincidência. Foi outro que perdeu…

alvarodias

Como no post anterior, continuo chamando atenção para nosso alerta de terceiro turno. Ontem, 30 imbecis foram para a paulista pedir o impeachment da presidenta Dilma eleita e reeleita. Esse trio parada dura tem como sua fonte inspiradora o UDENISMO/Lacerdismo e estão propagandeando nos 4 cantos que Dilma está eleita, mas não governará. O povo é sábio e so ele decide o seu destino que neste momento decidiu por continuidade das mudanças com DILMA.

*imprença – não tenho outra alternativa depois das eleições em não escrever imprença (com “i” minusculo e “ç”).

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s