Incoerências e falsos moralismos

http://www.blogcidadania.com.br/2011/11/pela-2%c2%aa-vez-no-ano-pm-e-acusada-de-%e2%80%9cplantar%e2%80%9d-coqueteis-molotov-3/

Acesse o link acima do blogueiro Eduardo Guimarães, no referido post imagens sobre supostos estudantes (militantes do PSTU) que ocuparam a reitoria da USP.
A postagem do EDU me faz recordar comentários no meu local de trabalho, onde alguns eivados pela propaganda ardilosa da imprensa golpista fizeram quórum rotulando os militantes de "maconheiros". É natural esse tipo de falsa acusação, haja vista que o ciclo conjuntural denuncista da imprensa podre pretende que muitos repliquem esse tipo de falso moralismo.
No post do EDU me chama atenção sua postura militante separando o joio do trigo, que não venhamos entrar na onda denuncista da imprensa podre, mesmo que sejam militantes do PSTU, muito embora, essa organização política em conjunto com o PSOL (lembram da ex-senadora Heloisa Helena) produzam em seus dispositivos de comunicação (exemplo o famigerado episódio do mensalão (segundo o jornalista Mino Carta) ainda está por ser provado.
No episódio do mensalão, tanto PSTU e PSOL não se diferenciam da imprensa podre golpista que os acusa de produzirem artefatos e molotov, funcionam como falsos moralismos, falsos juízes e policiais de plantão.

ACarlosMelo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s