Enfrentamento do Crack: boas iniciativas

Lembram da campanha eleitoral quando o assunto crack esteve na ordem do dia?

Lembram do tucano Cerra tentando emplacar a imagem de paladino do crack?

Pesquisando diversos assuntos de nossos parceiros blogueiros sujos(termo cunhado pelo tucano Cerra), encontrei algumas iniciativas que me parecem sérias para enfrentar o crack.

Sendo assim, quero compartilhá-las, mas o que todos precisamos saber: “se o referido assunto vai ter a merecida atenção”? não pode e nem deve ser apenas um mote oportunista tucano de campanha. A Secretaria Nacional ANTIS DROGA (SENAD), pelo jeito, está fazendo sua parte:


Edital Nº 001/2010/GSIPR/SENAD/MS - COMUNIDADES TERAPÊUTICAS

 Das 145 propostas submetidas ao processo seletivo, foram aprovados 78 projetos
provenientes de 13 Estados, que serão contemplados com o apoio financeiro para
utilização de 985 leitos de acolhimento de usuários de crack e outras drogas em
Comunidades Terapêuticas de 76 municípios, em articulação com as respectivas redes
SUS e SUAS.

 

Novo edital será lançado no início do ano, tendo em vista a complementação dos
leitos previstos no âmbito do Plano Integrado de Enfrentamento ao Crack e outras
drogas, considerando-se que os demais projetos enviados não preencheram os
requisitos exigidos no processo seletivo.

 

Edital Nº 002/2010/GSIPR/SENAD – CENTROS REGIONAIS DE REFERÊNCIA DE FORMAÇÃO PERMANENTE

 

O edital Nº 002/2010 contemplou 49 projetos de universidades brasileiras,
distribuídas em 19 estados, com abrangência de 642 municípios.

 

O objetivo dos Centros Regionais de Referência é promover a formação permanente de
profissionais que atuam nas redes de atenção integral à saúde e de assistência
social com usuários de crack e outras drogas e seus familiares.

 

Serão realizados cursos específicos para capacitação de médicos, profissionais que
atuam em hospitais gerais, agentes comunitários de saúde, redutores de danos,
agentes sociais e profissionais das redes SUS e SUAS.

 

Edital Nº 003/2010/GSIPR/SENAD/MS – CASAS DE ACOLHIMENTO TRANSITÓRIO

 

39 projetos apresentados por municípios foram selecionados para receberem recursos
para implantação e manutenção de Casas de Acolhimento Transitório destinadas ao
abrigamento temporário e cuidado integral em saúde para usuários de crack e outras
drogas em situação de vulnerabilidade social e risco ou excluídos do convívio
familiar.

 

A proposta das CAT's implica uma articulação com os dispositivos intersetoriais
(saúde, assistência social, direitos humanos, justiça, educação e outros) e está
prevista em três modalidades: CAT I (até 10 leitos), CAT II (até 20 leitos) e CAT
infanto-juvenil (até 12 leitos).

 

Edital Nº 027/2010/GSIPR/SENAD/MS/MEC – PROGRAMA DE EDUCAÇÃO PELO TRABALHO PARA A SAÚDE

 

Para o Programa de Educação pelo Trabalho para a Saúde (PET- Saúde) foram
selecionados 69 projetos de Instituições de Ensino Superior, possibilitando a
formação de 80 novos grupos de aprendizagem tutorial no âmbito da Atenção em Saúde
Mental, Crack, Álcool e outras Drogas com vistas à qualificação da atenção e a
inserção das necessidades dos serviços como fonte de produção de conhecimento e
pesquisa.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s