Internet e as eleições

Apesar de setores do PIG (Partido da Imprensa Golpista) como a Folha de São Paulo insistir que houve restrições no projeto eleitoral aprovado pelo congresso nacional no que diz respeito a internet, na verdade, a internet está livre no que defendiam os senadores Azeredo (PSDB/MG) e Marco Maciel (DEMO/PE).
O que setores do PIG estão questionando que houve restrições aos debates políticos, pois seguimentos da internet terão que acompanhar as mesmas regras para rádios e tv. Até aí nenhum grande problema se compararmos com as chantagens que propunham os senadores aliados do PIG.
Portanto, podemos considerar que houve uma vitória da internet livre, das redes de colaboração, dos amantes da liberdade.
Com a internet livre podemos finalmente caminhar num outro patamar de politização para as eleições de 2010, que sem dúvida terá outros ingredientes no debate, nas disputas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s