Greve dos Professores!

Hoje (16/06) deparo-me com o retorno das aulas nas escolas públicas do Estado. Leio nas principais mídias digitais o acordo do sindicato dos professores do setor público e o Governo do Estado através da SEDUC. Merece um balanço político as motivações da greve nestes 40 dias de paralisação, sendo que pactuou-se as mesmas propostas que foram recusadas no inicio da greve.
Neste desfecho final prevaleceu como "bote salva-vidas" o não desconto dos dias de greve e a reposição das aulas. Efetivamente o sindicato da categoria dos professores esteve o tempo todo pressionado pelas medidas chantagistas do governo do Estado, que pelo segundo ano consecutivo, o núcleo duro do governo através da Democracia Socialista (DS) se utiliza de instrumento tão sórdido dos áureos tempos da ditadura militar, ou seja, o famigerado pedido de abusividade de greve (leia-se julgamento da ilegalidade da greve). Tudo em função de um governo que não dialoga com os movimento sociais, ou então, só o faz quando lhes convém.
Abusividade mesmo são os resultados educacionais pifios da gestão Gallo, fator já esperado pela insistência do núcleo duro do governo preterir quadros históricos e competentes do movimento de educação à apostarem na tecnocracia acadêmica. Com dois anos e meio de governo insistem em tratar a educação em experimentos fracassados.    


Antônio Carlos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s