Os três patetas tecnológicos

Recebo o boletim eletrônico do Instituto de Tecnologia da Informação (ITI) e me depar0 com uma noticia surpreendente. A Empresa de Processamento de Dados do Estado do Pará (PRODEPA) “prepara diretrizes para implementar um Projeto de Certificação Digital no Estado”.
Recordar é viver! voltemos ao ano de 2007, coordenei por 14 meses o setor de TIC da SEDUC, por ocasião da realização do Congresso Nacional de Informática Pública (CONIP), intermediamos com o ITI uma reunião suprapartidária em nossa cidade visando debater a possibilidade de implantarmos um Projeto de Certificação Digital no Estado. O SERPRO e a SEDUC foram os grandes responsáveis em organizar a participação da PRODEPA (gestor de tecnologia do estado) e Companhia de Informática do Município de Belém – CINBESA (gestor de tenologia do município). Foi uma primeira reunião nas dependências do SERPRO coordenada pelo ITI que resultou posteriormente numa segunda reunião ampliada realizada na SEDUC contando com órgãos, como: Polícia Civil, FUNTELPA, DETRAN, EMATER, CINBESA, PRODEPA, SEDUC, SERPRO, SEFA e ITI. Nesta reunião definiu-se um Plano de Trabalho visando prospectar delineamentos que indicasse qual solução de certificação digital estaria alinhada as possibilidades políticas, financeiras e de gestão dos órgãos municipais e estaduais. Essa tentativa inédita de parceria entre os três entes da federação também obteve consenso que a PRODEPA e o ITI coordenariam todas as ações contidas no plano de trabalho. Repito, aprovado por consenso. Uma terceira reunião foi marcada para as dependências da Polícia Civil. As vesperas de realização da reunião fomos surpreendidos com um oficio assinado pelo presidente da PRODEPA retirando-se do Fórum. No expediente do todo “poderoso” presidente Renato Francês recheado de argumentos narcisistas (que é de seu perfil) inviabilizou por completo o Projeto de Certificação Digital. Neste ato de pura irresponsabilidade, o Dr. Francês contribuiu satisfatoriamente para o atraso do Projeto de Certificação Digital, uma perna (como costumamos falar no jargão tecnológico) de um projeto maior de informatização do Estado.

Passado aproximadamente 18 meses do episódio do Dr. Francês, o ITI divulga que o presidente da Prodepa e seus escudeiros (Maurílio e Crisostomo) estão prestes a constituir parceria com o governo federal para implementarem um Projeto de Certificação Digital, projeto este, que esses mesmos senhores boicotaram.

É previsível esse tipo de postura arrogante e preponte diante de resultados pífios em TIC, haja vista que precisam urgentemente de um alibi para justificar à mandatária máxima resultados acima da farta propaganda do NAVEGAPARÁ (que vem ultimamente mais parando do que navegando).

Confira essa obra prima deste trio em: http://www.iti.gov.br/twiki/bin/view/Noticias/NoticiaDestaque2

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s